A atividade cristianizadora de Amando de Maastricht na Vita Sancti Amandi

Leila Rodrigues da Silva, Juliana Salgado Raffaeli

Resumo


Tendo como referência o discurso hagiográfico veiculado na Vita Sancti Amandi, o presente artigo tem por objetivo analisar as alusões à atividade cristianizadora do monge-bispo-peregrino Amando de Maastricht.

Para tal, dividimos a abordagem em duas partes centrais: na primeira, ressaltamos a relação do monacato irlandês com o processo de multiplicação e expansão das diversas formas de vida monástica, com especial atenção para uma de suas expressões: a Peregrinatio pro Christo. Na segunda, passamos à análise do texto hagiográfico buscando compreender a atividade cristianizadora atribuída a Amando de Maastricht por seu hagiógrafo. Neste processo, ressaltamos cinco modalidades de atuação: pregação a cristãos; pregação a não cristãos, “pagãos” e “supersticiosos”; libertação, conversão e treinamento de cativos para atividade missionária; realização de milagres de cura e conversão das testemunhas, e construção de mosteiros e igrejas.


Palavras-chave


Cristianização; Peregrinação; Amando de Maastricht

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/rbhranpuh.v8i22.28175

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais